Entendendo o balanço de branco

O balanço de branco é a função que corrige a coloração das fotos. Ela é chamada assim, pois, quando você mostra para a câmera o que ela deve tratar como a cor branca na imagem, ela automaticamente ajusta todas as outras cores.

Quando uma fotografia é batida, o brilho refletido pelo ambiente vai interferir na coloração da imagem. Por exemplo, em um quarto iluminado por uma lâmpada incandescente, tudo o que for branco, vai sair na foto com tons levemente amarelados. É possível corrigir isso em algum programa de edição, ou você pode deixar no modo, balanço de branco automático. A  câmera tem ajustes que balanceiam essas alterações de cor no momento do disparo. Mas, a intenção é entender ao máximo o funcionamento da sua câmera , então, o recomendado é que você aprenda a configurar manualmente!

Além da opção automática, sua câmera possui os ajustes predefinidos:

a6873e06d3e386a4f80acc517a565d44

  • Incandescente – Usado para fotografar ambientes fechados, iluminados apenas por uma pequena lâmpada incandescente. De um modo geral, esfria a temperatura das cores.
  • Fluorescente – Produz imagens mais claras, com cores mais quentes, compensando as cores frias de um ambiente iluminado por luzes fluorescentes.
  • Luz solar direta – Ideal para fotografar ao ar livre, em dias bem iluminados.
  • Flash – Ideal para fotografar em ambientes pouco iluminados, pois utilizará a luz do flash para compensar esta falta de iluminação.
  • Nublado – Como o nome já diz, este modo compensa a luz em dias nublados.
  • Sombra – Usado para fotografar ambientes sombreados, produzindo imagens mais frias.

Existe um outro método, completamente manual,  popularmente conhecido como “bater no branco”. Nesse método você indica para a câmera um objeto branco para que ela faça a medição.  Para utiliza-lo, coloque a câmera neste modo (cada máquina traz um caminho diferente, dá uma olhadinha no manual!) e escolha medir a partir de uma nova fotografia. Aponte a câmera para uma superfície branca para indicar para a máquina o que, naquele ambiente e iluminação, ela deve tratar como branco.

Se quiser melhores resultados, não use algo completamente branco para bater o branco. Prefira uma superfície cinza (não muito escura, o ideal é usar um cartão cinza 18) e não refletiva, pois as cores finais dessa forma ficam mais vívidas e valorizadas.

Você pode brincar e distorcer bastante o resultado finais. Por exemplo, se você “bater o branco” em uma superfície verde, a foto ficará com tonalidades próximas ao magenta. Fazer isso em uma superfície vermelha gera fotos em tons de azul claro (ciano). Cada tonalidade gera uma outra cor para a imagem. Além de ser um exercício muito divertido vai ajudar a trabalhar a criatividade. E dessa “brincadeira” podem surgir ótimas fotos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s